Fuji X-T2 teste parte 2

Read this article in English

Esta é a continuação do artigo “Fuji X-T2 teste parte 1
Desta vez levei a X-T2 para fotografar um concerto.
Tal como na parte 1 este artigo não pretende influenciar ninguém, serve apenas para partilhar o que senti e os resultados que obtive com a X-T2.

Antes de mais, queria aqui deixar o meu sincero agradecimento à Fuji Portugal ,pela total disponibilidade e pelo empréstimo do equipamento para eu realizar os testes.
Quando fui buscar a X-T2, à sede da Fuji, já sabia que a podia testar durante o concerto da Mariza no coliseu do Porto. Decidi levar o meu equipamento habitual, da canon, para fazer as primeiras 5 ou 6 musicas do concerto, com a segurança de um equipamento que já conheço bem, de forma a garantir o meu trabalho habitual, para depois utilizar a Fuji no resto do concerto para a testar sem pressão.
Acabei por não conseguir fazer o que tinha planeado, quando cheguei ao concerto percebi que tinha que fazer o registo de imagens durante todo o concerto, assim optei por utilizar o meu equipamento habitual durante todo o concerto e a Fuji ao mesmo tempo, alternando entre ambos conforme a possibilidade.
Esta alteração acabou por ser benéfica, desta forma consegui fazer imagens muito parecidas com a canon e com a Fuji, o que me ajuda a perceber as diferenças entre as duas, e também me fez trabalhar com a Fuji de uma forma mais próxima da realidade.

 

Primeiras impressões

Logo à partida o primeiro impacto foi a diferença de tamanho e de peso. Agora com a canon 5DMkII com a 70-200 2.8 L II ao lado da Fuji X-T2 com a lente XF50-140mmF2.8 R LM OIS WR a diferença é bem mais perceptível.
Nos primeiros minutos, e tendo em conta que tinha de um lado uma SLR grande, fica a impressão de que a X-T2 é uma peça frágil e que deve ser tratada com muito cuidado, mas com o tempo fiquei com a ideia de que, mesmo não sendo tão “durona” como uma SLR é suficientemente forte para aguentar os “maus tratos” dos trabalhos mais duros.
Quando começou o concerto, foi bastante estranho passar do viewfinder da SLR para o da X-T2, o viewfinder digital requer, pelo menos para mim, algum tempo de habituação. Chamem-me antiquado, mas continuo a preferir o viewfinder da SLR.
Uma enorme vantagem, principalmente estando eu num concerto de fado é o silencio da X-T2, no fado tenho bastantes momentos em que não posso fotografar por causa do ruído, mas com a X-T2 posso fotografar sempre, sem me preocupar.

Bateria

No inicio, a principal preocupação que eu tinha com a X-T2 era a duração da bateria, infelizmente para este teste não foi possível utilizar o grip e por isso só utilizei uma bateria, mas mesmo assim optei por não tomar medidas extra para poupar a bateria, como desligar o visor por exemplo, decidi deixar tudo ligado.
No final do concerto fiquei surpreendido por o indicador da bateria me indicar bateria cheia, claro que não utilizei a a X-T2 intensamente, mas quando a marca anuncia uma duração de aproximadamente 360 imagens por bateria, foi uma surpresa ultrapassar esse valor e a bateria ainda se manter com carga.

 

Rapidez de utilização

Tal como ja tinha percebido no primeiro teste, a X-T2 é facil de utilizar, durante o concerto senti que tive que parar e pensar antes de fazer alguma alteração, aconteceu esquecer-me de destravar os botões de ISO ou de Velocidade, mas isso é algo que rapidamente é ultrapassado com a utilização frequente, mas mesmo assim não perdi nenhuma imagem  por ter demorado a fazer alguma alteração na X-T2.

 

Foco e imagens

Durante o concerto senti a X-T2 rápida a focar, também um concerto de fado não é muito exigente em termos de velocidade de foco, mas tem algumas zonas escuras ou em contraluz, mas também aqui a X-T2 se portou bem, só em duas ou três situações não consegui focar.
A qualidade das imagens é boa,(para mim uma imagem boa é uma imagem que quando vista a 100% no computador  esta bem focada e sharp, uma imagem que sirva apenas para utilizar na Internet, uma vez que reduzidas ate uma imagem desfocada parece boa, não me serve e acaba por ser sempre apagada.) mas uma imagem boa pode ser algo relativo, por isso o melhor é mostrar algumas das imagens.

 

 

Imagens

Imagem original sem edição (Before) e com uma edição rápida para recuperar as zonas mais escuras e para melhorar o balanço de brancos (After)


Fuji X-T2 | ISO:2000 | f/2.8 | 1/200 | XF50-140mmF2.8 R LM OIS WR @ 72mm

 

Imagem com Fuji(Before) e com Canon(After)


Fuji X-T2 | ISO:2500 | f/2.8 | 1/160 | XF50-140mmF2.8 R LM OIS WR @ 87mm
Canon 5DMkII  | Canon EF 70-200mm f/2.8L IS II USM | ISO:1600 – f/2.8  – 1/125s | @170mm

Imagem com Fuji(Before) e com Canon(After)


Fuji X-T2 | ISO:2500 | f/2.8 | 1/1250 | XF50-140mmF2.8 R LM OIS WR @ 50mm
Canon 5DMkII  | Canon EF 70-200mm f/2.8L IS II USM | ISO:1600 – f/2.8  – 1/250s | @70mm

As Imagens anteriores a 100%
Não é uma comparação justa, porque a Canon tem um sensor com 36×24 mm com 21 Mpx e a Fuji tem um sensor com 23.6×15.6mm com 24.3 Mpx, e como é óbvio o mais importante num sensor é o tamanho de cada pixel e aqui a canon tem claramente vantagem, E utilizei sempre a Fuji com um ISO mais elevado do que Canon.

Conclusão

Gostei bastante da X-T2, não desilude e faz o que lhe compete.
Tem  várias vantagens em relação a uma SLR como o pouco peso e o silencio de funcionamento.
As imagens são boas e fotogrando em RAW deixa muito espaço para recuperar as altas luzes ou as zonas escuras.
Claro que estamos a falar de um sensor pequeno onde tem que se encaixar 24.3 milhões de pixels bem apertadinhos, e se para a maioria dos utilizadores isso não é problema, pode ser para quem precisa de muito detalhe, e de impressões bem grandes, contudo acredito que este teste com uma lente prime teria resultados ainda melhores.
Para quem esta a pensar em comprar uma X-T2. certamente não vai ficar desiludido, contudo aconselho, sempre, a tentar fazer um teste nas condições em que vão utilizar o equipamento, de maneira a poderem tirar a vossa própria conclusão que no fundo é a única que importa.

Pin It


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!